Melhores alongamentos para caminhada

Para aqueles que encaram a caminhada matinal como um exercício sagrado e que não pode ser ignorado sob hipótese alguma, precisa ficar atento as dicas fitness que tem como objetivo principal, selecionar os melhores alongamentos para caminhada que podem ser utilizados tanto como um pré treino quanto um pós treino.

Sendo um exercício aeróbico de resultados rápidos e satisfatórios, a caminhada ajuda principalmente no avanço da resistência física e na perca calórica, o que é uma vantagem muito grande para aqueles que desejam tonificar o corpo e ganhar massa magra de forma saudável.

Basicamente, o segredo é manter o foco e fazer das dicas de alongamentos, um exercício prévio a ser realizado antes da prática física.

Leia também: O que são e para que servem os suplementos alimentares?

MELHORES ALONGAMENTOS PARA CAMINHADA

A caminhada é uns dos exercícios mais praticados pela população brasileira e sendo o exercício queridinho do povo, algumas dicas importantes podem fazer toda a diferença na obtenção de bons resultados.

Melhores alongamentos para caminhada.

Considerada por muitos treinadores e atletas, a combinação perfeita, a caminhada e o alongamento devem andar sempre de mãos dadas, de modo que todos os benefícios que o exercício tem a oferecer sejam aproveitados de forma integra.

Para isso, durante a realização do alongamento é importante atentar-se a alguns detalhes simples, como:

  • Treinar a respiração por alguns minutos: Inspirar e respirar profundamente e de forma suave, ajuda a controlar a oxigenação no cérebro e tem um efeito terapêutico para o sistema nervoso, permitindo que os hormônios liberados durante o exercício circulem com mais liberdade pelo corpo.
  • Fazer apenas um tipo de alongamento: Existem dois tipos de alongamentos que são indicados de acordo com o biótipo de quem pratica a caminhada. O alongamento estático é mais indicado para as pessoas obesas ou com sobrepeso que estão começando por agora a praticar o exercício. Já o alongamento dinâmico é mais indicado para aqueles que possuem alta resistência física e precisam de um pequeno aquecimento antes da prática de qualquer exercício, incluindo a caminhada.
  • Estabelecer níveis para o alongamento que não causem dor ou qualquer tipo de desconforto ao corpo: Os níveis podem variar de acordo com a idade e o peso da pessoa.

Leia também: Como eu faço para emagrecer de uma vez por todas?

ADERINDO AOS ALONGAMENTOS PARA CAMINHADA

Caminhar, é levar todos os músculos do corpo a um processo intenso de exaustão, onde a gordura localizada geralmente em diferentes partes do corpo é transformada em uma fonte rica de energia para o organismo e logo depois, queimada durante o exercício.

É um instrumento super importante para um bom desempenho.

Fazendo com que a metabolização do corpo se acelere e consequentemente, facilite o processo de emagrecimento.

Alongar-se antes e depois das caminhadas faz bem, já que evita as indesejadas câimbras e dores musculares que podem estragar completamente a sessão de exercícios programada para o dia.

Por estas razões, esticar bem braços e pernas, por mais simples que possa parecer é um aquecimento poderosíssimo que ajuda a potencializar qualquer atividade física desenvolvida repetidamente.

Leia também: Exercícios para afinar a cintura

DIFERENTES TIPOS DE ALONGAMENTOS PARA OS DIFERENTES TIPOS DE OBJETIVOS

Os objetivos básicos dos alongamentos podem ser resumidos em:

  1. Soltar e aquecer a musculatura, principalmente a das pernas
  2. Aumentar a flexibilidade
  3. Evitar lesões leves e graves
  4. Melhorar o rendimento durante o exercício.
  5. Aliviar a tensão acumulada

Confira os tipos de alongamento para cada tipo de objetivo.

Existe diferentes tipos de alongamentos estabelecidos de acordo com o perfil de cada praticante dessa modalidade. Tais diferenças ajudam a não sobrecarregar o corpo e a melhorar a condição física que aumenta progressivamente de acordo com a regularidade do treinamento.

De acordo com alguns treinadores profissionais e educadores físicos, as dicas de alongamentos para caminhada são:

ALONGAMENTO DOS MEMBROS SUPERIORES

  1. Alongamento para a lombar: Alongamento feito em pé que consiste em tentar alcançar os dedos dos pés com a pontinha dos dedos das mãos. É comum sentir um puxão na musculatura, mas é preciso ter cuidado para não se esforçar muito e acabar se machucando. O ideal é ir até aonde o corpo aguenta, sem causar dor ou desconforto. A duração não deve exceder os 30 segundos. O recomendável são 15 segundos para as pessoas iniciantes e 30 segundos para quem possui maior flexibilidade muscular.

Alongamentos dos membros inferiores, confira abaixo.

  1. Costas: É importante que o alongamento das costas seja feito antes do alongamento dos braços. Para a realização de tal procedimento, é importante ter alguma coisa fixa para se apoiar como uma corda ou um ponto mais alto, mais ou menos na altura do queixo. Segurando no ponto e com os joelhos flexionados de forma leve, estique-se de acordo com o tempo do exercício anterior.
  1. Braços e ombros: O Alongamento dos braços é feito junto com o das costas e é dividido em três partes diferentes que consiste no entrelaçamento dos dedos frente ao corpo, acima da cabeça e nas costas por um período de tempo que varia de 15 a 30 segundos. Depois, segure o braço esquerdo com a mão direita na altura do peito e puxe levemente, esticando o quanto puder durante o período de tempo do exercício anterior. Repita o processo com o braço direito. Por último, coloque um braço acima da cabeça e segure com a outra mão o cotovelo, ao mesmo tempo em que posiciona a mão no meio das costas. Repita o processo com o outro braço depois de 15 ou 30 segundos quando terminado o exercício.
  1. Pescoço: O pescoço precisa ser alongado suavemente pois é uma parte bastante sensível do corpo. Desta forma, mantendo as mãos cruzadas para trás na altura do bumbum, alongue o pescoço para a direita, para a esquerda, para a frente, para trás e depois de forma circular por 15 segundos apenas.

Leia também: Como eliminar a gordura abdominal

ALONGAMENTO DOS MEMBROS INFERIORES

  1. Pernas: As pernas precisam estar bem alongadas já que vão sofrer grande impacto durante a caminhada. Por isso, é importante atentar-se também as virilhas que podem sofrer câimbras caso a pessoa decida correr no meio do exercício. Posicionando a mão na cintura, flexione um pouco o joelho esquerdo e estique a perna direita abaixando o quadril até o chão. A perna direita precisa ficar totalmente esticada no chão enquanto que a perna direita suporta todo o peso do quadril ao mesmo tempo que permanece flexionada. Após 15 ou 30 segundos, repita o processo trocando o lado alongado.

Confira os alongamentos de membros inferiores.

  1. Joelhos: Separando as pernas levemente, segure um dos pés para trás, na altura do bumbum e incline o corpo levemente alguns centímetros apenas. Fique assim de 15 a 30 segundos e repita o mesmo processo com a perna seguinte. Tal exercício é importante para alongar as coxas e evitar que as fisgadas venham a incomodar.
  1. Panturrilhas: As panturrilhas são importantes e ajudam a manter a circulação do sangue em equilíbrio durante o exercício físico. Para alonga-las, basta ficar na ponta do pé, subindo e descendo de 15 a 30 segundos em ritmo rápido.

Leia também: Como melhorar sua performance na corrida com musculação

APROVEITANDO AS DICAS DA MELHOR FORMA

Para aproveitar as dicas da melhor forma, o ideal é praticá-las antes e depois dos treinos, já que elas servem tanto para uma caminhada tranquila de 30 minutos a 1 hora, quanto para uma corrida prolongada.

Aproveite da melhor forma todas essas dicas.

No frio, é comum sentir certa resistência muscular.

Isso é totalmente normal, já que a baixa temperatura tende a enrijecê-los.

O importante é não perder mais tempo e usar o alongamento como uma ferramenta importante para expulsar a preguiça e caminhar sem medo de ser feliz.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *