6 Dicas para prevenir lesões esportivas

Existem apenas três tipos de lesões esportivas: as lesões leves, moderadas e graves.

De acordo com ortopedistas e fisioterapeutas esportivos, existem métodos específicos de prevenir e de tratar cada uma delas, dos quais podem variar de acordo com o tipo físico do atleta que se machucou.

Mas é importante ressaltar que qualquer pessoa que pratica algum tipo de atividade física pode sofrer com determinado tipo de lesão. Para ajudar em tais situações, as 6 dicas para prevenir lesões esportivas baseiam-se principalmente no grau da lesão e no perfil físico da pessoa lesionada, de modo que algumas dicas com relação ao tratamento possam ser encaixadas no processo preventivo.

Leia também: 10 Benefícios da corrida

6 DICAS PARA PREVENIR LESÕES ESPORTIVAS

Qualquer esporte pode provocar lesões. Até mesmo uma simples e tranquila caminhada.

6 Dicas para prevenir lesões esportivas

Os esportes de contato como as lutas e esportes que envolvam força física ou resistência, tendem a provocar as lesões que ficam entre o tipo II – as moderadas e as do tipo III – as graves.

Entretanto, com algumas dicas básicas é possível continuar com a prática de tal atividade ao mesmo tempo em que se protege de lesões e fraturas que podem acontecer.

  1. Faça um aquecimento

Os aquecimentos podem parecer bobos e até mesmo dispensáveis antes da prática esportiva ou de alguns exercícios físicos, porém, ao alongar-se ou se aquecer antes do treino, os músculos ficam mais relaxadas e diminuem as chances de sofrerem lesões das quais podem ser leves, caracterizadas por uma inflamação muscular que podem provocar dor, até as lesões mais graves como as câimbras e fisgadas fortes que impossibilitam a continuidade dos exercícios naquele momento.

  1. Respeitar os limites do corpo

Qualquer tipo de superação física da qual a pessoa pretenda fazer, precisa do acompanhamento de um profissional capacitado para dar as devidas orientações de como o esporte deve ser praticado para que tal limitação física seja superada.

Saiba até onde ir.

Respeitar os limites do corpo não se limita apenas a superação física com relação a determinado esporte, mas engloba também:

  • O tempo de descanso do corpo
  • O uso de equipamentos corretos para a prática da atividade
  • Tipo de técnica utilizada durante o processo de superação
  • Cuidados com a postura perante a prática do exercício

Leia também: Crossfit emagrece mesmo? Dicas para iniciantes, cuidados e benefícios

  1. Não fazer esforço excessivo

Uma das causas principais das lesões esportivas é o excesso de esforço físico praticado em cada modalidade.

Desta forma é importante que quando as dores no corpo forem excessivas ou com muita intensidade, o exercício seja interrompido e um auxílio profissional, solicitado. Isso irá garantir que o objetivo do atleta seja alcançado e que as lesões passem longo.

É comum que as intensidades de alguns exercícios aumentem de acordo com a capacidade física de quem o pratica. Respeite esse tempo.

A resistência muscular não aparece de uma hora para outra e o equilíbrio entre a força do corpo com relação a intensidade do esporte é o segredo para evitar as lesões musculares.

Leia também: Abdominais para perder barriga

  1. Realize visitas periódicas a um profissional

Do mesmo jeito que um carro precisa de revisões constantes, o corpo de um esportista precisa de análises periódicas para acompanhar a evolução do esporte para com o seu corpo e ver se os exercícios realizados estão sendo feitos de acordo com o tipo físico do atleta.

  1. Alimente-se adequadamente

Seu corpo requer energia e a melhor forma de adquiri-la é através da alimentação adequada.

Por isso, ingerir os alimentos certos, dentro dos horários certos e de forma adequada, além de prevenir lesões musculares e quedas bruscas de glicose no sangue, tal atitude promove a saúde plena do corpo para a prática de qualquer atividade física.

  1. Pratique esportes de acordo com a sua capacidade

Nos esportes de contato, tal característica pode ser percebida mais facilmente, já que a divisão é feita de acordo com a capacidade e o nível de habilidade que o atleta possui para a modalidade em questão.

Um dos esportes que melhor caracteriza esse exemplo é o futebol e as lutas corpo a corpo como o box e o karatê.

Leia também: Exercícios para fortalecer o abdômen depois do parto

6 DICAS PARA PREVENIR LESÕES ESPORTIVAS – O QUE FAZER CASO ELA ACONTEÇA

Sempre que uma lesão acontece, é importante procurar um tratamento médico para verificar o grau da contusão e assim, aplicar o melhor tipo de terapia.

Saiba como evitar lesões esportivas

Porém, antes que tal ajuda chegue, existem alguns meios de proteger o local afetado e assim, amenizar o quadro de dor.

  • Compressão: A compressão, tem por objetivo proteger as articulações amenizando o fluxo da circulação sanguínea do corpo. O jeito certo de se fazer compressão é colocando gelo e em seguida, um pano úmido com água quente.
  • Massagem localizada: A massagem localizada em cima da lesão tem a função de aliviar a dor e relaxar os músculos distendidos.
  • Proteção muscular: A proteção muscular consiste basicamente em medicamentos aplicados na área afetada de modo que o processo de cicatrização seja acelerado. Na maioria das vezes, o gel de massagem é o medicamento mais utilizado pelos atletas e seus profissionais.

Leia também: 7 Dicas para iniciantes na corrida

GRUPO DE ATLETAS QUE ESTÃO FORA DE RISCO

Apenas os atletas da modalidade de natação podem praticar exercícios físicos leves e intensos, sem se preocupar com as lesões musculares.

Natação é um bom exercício para evitar lesões 00

Porém, é importante lembrar que mesmo que o grau de risco seja menor, alguns cuidados precisam ser tomados como os cuidados relacionados a alimentação, aos alongamentos que evitam as incômodas câimbras e aos aquecimentos que previne o corpo das fisgadas nas articulações.

Além das lesões musculares, é importante ficar atento a questões relacionadas a tontura e aos desmaios, em casos mais graves, quando o cérebro não tem oxigenação suficiente para acompanhar as atividades exigidas pelo corpo.

O que poucas pessoas sabem, mas que também é importante para evitar que as lesões aconteçam, é alimentar-se adequadamente antes de praticar qualquer tipo de modalidade esportiva ou algum tipo de exercício físico.

A queima de calorias requer que os níveis de energia corporal estejam 100% e quando a alimentação deixa a desejar, esses níveis reduzem drasticamente e podem provocar sensações indesejadas para o organismo como:

  • Tontura
  • Fraqueza
  • Falta de ar
  • Vertigem
  • Desmaios em casos mais graves
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *