4 Dicas de como aumentar a dopamina

Muitas pessoas já ouviram falar que existe um neurotransmissor presente no sistema nervoso que nos motiva a fazer algo prazeroso todos os dias, por mais chato que possa parecer aos olhos de outras pessoas.

A molécula responsável por essa sensação motivadora é a dopamina, substância química presente no sistema nervoso que desempenha funções importantes para o equilíbrio humoral e a elevação da autoestima de cada um.

Leia também: Alimentos ricos em água – Saiba tudo sobre eles!

4 DICAS DE COMO AUMENTAR A DOPAMINA

Exercendo infinitas funções no cérebro, a dopamina se destaca principalmente em situações relacionadas ao:

  • Sono
  • Atenção e cognição da pessoa
  • Comportamento hurmonal
  • Sensação de recompensa e prazer do corpo

4 Dicas de como aumentar a dopamina

Com uma responsabilidade tão grande e com inúmeros benefícios que essa substância oferece, é comum as pessoas procurarem aumentar a dopamina no organismo.

Porém, como a dopamina é altamente viciante, os métodos utilizados para tal objetivo devem ser sempre naturais e para isso, existem dicas incríveis que irão ajudar no alcance deste objetivo.

Para aumentar a dopamina no sangue, basta estabelecer uma rotina saudável combinando alimentação com exercícios físicos e horas de sono regulares de acordo com a rotina do dia.

Portanto, para elevar tal substância é preciso:

1 – REALIZAR EXERCÍCIOS FÍSICOS REGULARMENTE

As atividades físicas não precisam sobrecarregar o corpo ou dar uma sensação de cansaço excessivo.

Alguns minutos de caminhada leve ou até mesmo um bom alongamento matinal podem fazer milagres no corpo para aumentar a dopamina.

Pratique exercícios físicos para aumentar a dopamina.

É importante lembrar que tais exercícios precisam ter uma intensidade baixa, caso a pessoa que os pratique seja iniciante.

O fluxo do exercício também pode aumentar com o passar do tempo, mas nada exagerado para que o corpo não se sobrecarregue e os músculos acabem ficando extremamente fadigados.

Alguns exemplos de atividades físicas que podem ser praticadas são:

  • Para iniciantes: Caminhada leve de 20 minutos, alongamentos matinais, Tai Chi Chuan – com duração mínima de 40 minutos e duração máxima de 1h -, Yoga e natação.
  • Para pessoas experientes: Musculação, esportes radicais – como o rapel, escalada e o surf – esportes funcionais, corrida a longa distância e Muay Thai.

2 – INVISTA NA ALIMENTAÇÃO

Alguns alimentos possuem a tirosina em sua composição que potencializa a dopamina e a serotonina no organismo, outro neurotransmissor que também é responsável pela sensação de bem-estar do corpo.

Invista em alimentos que aumente a dopamina.

Quando alguns alimentos ricos em tirosina são selecionados, além de aumentar a dopamina e dar uma sensação de felicidade para quem os consome, possuem papel importante para aqueles que desejam perder peso sem “sofrer” com a fome.

Geralmente, a tirosina possui uma absorção lenta no organismo, o que inibia a vontade de comer, mas oferece uma sensação de saciedade por mais tempo.

São exemplos de alimentos que aumentam a dopamina:

  • Bananas
  • Melancia
  • Abacate
  • Chocolate
  • Ovos

Leia também: 9 Alimentos que ajudam a emagrecer rápido

3 – FAÇA O QUE TE FAZ FELIZ

Mesmo que uma rotina seja entediante, ao final do dia faça algo que te dê prazer.

Ler livros ou assistir um filme de comédia podem ajudar, já que distraem a mente das complicações que podem ocorrer durante o dia a dia.

Aumente a dopamina em seu corpo com estas praticas.

São exemplos de atividades que aumentam a dopamina:

  • Ter contato com a natureza
  • Começar um novo projeto
  • Sair com os amigos
  • Namorar
  • Ler ou escrever um livro
  • Ouvir música

Leia também: Exercícios de pilates para emagrecer

4 – FAÇA UMA LIMPEZA GERAL

A limpeza geral não deve limitar-se apenas na remoção das coisas velhas do guarda-roupas ou do famoso quartinho da bagunça.

Livre-se de tudo o que lhe cause estresse.

O procedimento para aumentar a dopamina deve ser bastante abrangente, de modo que englobe a retirada dos alimentos que intoxicam o corpo e das atividades que causam estresse excessivo.

É bastante comum as pessoas se acostumarem com a rotina vivida, porém, sair dessa rotina faz bem e o corpo retribui de forma positiva todo tipo de investimento que é aplicado na saúde e auto estima pessoal.

Em uma limpeza geral é importante:

  • Afastar-se das coisas que causam estresse
  • Excluir do cardápio alimentos condimentados e gordurosos
  • Investir em novos projetos
  • Fugir da rotina pelo menos uma vez ao mês

Leia também: Sucos detox que desintoxicam seu organismo e fazem-no queimar gordura

OS CUIDADOS COM A DOPAMINA

Aumentar a dopamina faz bem à saúde e pode ajudar no tratamento de doenças graves como a depressão. Porém, recorrer a suplementações não naturais e sem indicação médica para obter mais prazer em cada atividade realizada pode ter o efeito contrário do que se deseja.

Consulte um medico para saber a recomendação dele a respeito da dopamina.

Por isso, é importante recorrer sempre a um profissional de saúde, de preferência um médico, para que todas as dúvidas sejam tiradas antes da ingestão de qualquer tipo de suplementação.

É verdade que muitas drogas vendidas ilegalmente produzem dopamina com mais velocidade no organismo, porém, o efeito colateral do aumento descontrolado de tal neurotransmissor causa dependência grave, levando a pessoa a um quadro de extrema depressão e até mesmo a tentativas de suicídio quando os níveis de dopamina caem.

Por isso é importante aumentá-la sempre de forma natural e gradativamente, pois sendo uma produção própria do corpo, outros pontos igualmente importantes serão beneficiados como a capacidade de cognição e auto estima pessoal.

COMO SABER SE VOCÊ PRECISA AUMENTAR OS NÍVEIS DE DOPAMINA

Algumas pessoas podem demonstrar pequenos sinais físicos que indicam a diminuição dos níveis de dopamina no sangue. O lado positivo em saber identificar tais manifestações, está em aumentar a dopamina da melhor forma possível, de modo que todos os traços negativos apresentados acabem por completo.

A falta de dopamina o leva a ficar mais estressado.

Quando uma pessoa tem os níveis de dopamina reduzidos, algumas manifestações podem aparecer como:

  • Obesidade
  • Depressão e nervosismo constante
  • Sonolência excessiva sem motivos
  • Diminuição da libido
  • Agressividade
  • Mau humor

Porém, é importante lembrar que nem sempre tais manifestações incluem apenas a diminuição da dopamina. Por isso, a ajuda médica é sempre bem-vinda nesses casos.

A DICA DO MOMENTO PARA AUMENTAR A DOPAMINA

De nada adianta investir na alimentação ou se aventurar em esportes radicais, se não existe um tempinho de dedicação para si mesmo.

A meditação aumenta os níveis de dopamina.

Meditar por um tempo e até mesmo dormir por mais algumas horinhas em algum final de semana ou feriado, pode parecer coisa simples, mas ajuda a aumentar a dopamina que transmite a sensação de recompensa em cada transmissão neural.

Por isso, medite sempre coisas positivas e tire um pouco mais de tempo para dormir, caso precise.

Utilizar métodos para aumentar o nível da substância no cérebro é importante para manter algumas vitaminas que podem fazer falta para o sistema imunológico. Mas vale lembrar que tais métodos devem ser sempre seguros e com supervisão médica, caso a pessoa recorra a suplementação alimentar.

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Leia também: 4 Dicas de como aumentar a dopamina […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *